You are here

Doze (novas) razões para ir ao Porto

Sex, 18/05/2012 - 12:22

Café Astoria

Novidades que habitam a cidade ou promessas que finalmente se tornaram certezas. Ideais para um fim de semana a dois ou umas miniférias em família.

 

 

 

 

1 Casa do Livro
As aparências não iludem neste caso, porque há mesmo uma relação entre estes livros e os do restaurante Book. Trata-se da reprodução pela mesma gerência de uma mesma ideia e de um mesmo conceito, servida desta vez de um outro lustro.
Não há comida mas há uma lista de chás e sumos indicados para os fins de tarde ou vinho e bebidas para os noctívagos. Uma grande bola de espelhos na sala dos fundos indica o inevitável: dança-se, e não é pouco dizemos nós, com sessões de dj aos fim de semana onde predominam sons jazz e soul. Já se vê que nada separa esta trupe de uma certa ideia de bom-gosto.
Ambiente clássico e cosmopolita.
Rua Galeria de Paris, 85
Tel: 222 025 101
Horário: Segunda a Sábado, 17-04h

2 Palácio das Cardosas
O último 5* da cidade do Porto abriu o verão passado e assinala a entrada da cadeia de hotéis homónima.
Entrada grandiosa e assinalável diga-se, num edifício histórico Palácio das Cardosas totalmente escarrapachado para a Rua dos Aliados que, como se sabe, respira privilégio para quem cobiça o coração do Porto, a proximidade do comércio tradicional, restaurantes e da vida noturna da Baixa. O hotel oferece 100 quartos elegantes e um ambiente que combina opulência e descrição, sempre de tons modernos. Há cocktails no bar para o fim da tarde e iguarias no The Square, onde se provam versões contemporâneas da gastronomia tradicional portuguesa.
O restaurante preço médio s/ vinho entre os 40 e 50 €, abriu no final do ano passado, uma novidade dentro da novidade.
Praça da Liberdade, 25
Tel. 220 035 600
www.intercontinental.com

3 Restaurante Book
O Book é um belo exemplo da difícil arte de converter um espaço noutro em sentido contrário honra à obra do arquiteto Pedro Trindade. E ainda bem, porque a cidade do Porto não merecia perder a Aviz, uma das suas livrarias/papelarias mais emblemáticas. Entra-se, e ainda há sinais desse passado, que contrasta com as bonitas paredes de betão, os livros pendurados no teto e espalhados pela mesa. Tudo isto para dizer que antes mesmo de dar ao dente o cliente já entra a ganhar. No domínio do paladar, por sua vez, indicações é matéria do chef João Mendes e os seus menus mediterrânicos tão recomendáveis como qualquer um dos cocktails de Mário Carvalho.
Preço médio pessoa s/ vinho: 30 Euros
Rua de Aviz, 10
Tel. 91 795 33 87
www.restaurante-book.com

4 Mezzanine Store
A pesquisa enganou-nos e, afinal, esta loja é uma novidade já com um par de anos. Decidimos mantê-la por mérito próprio mas também por representar, neste artigo, um conjunto de outras lojas vizinhas que têm devolvido o centro histórico da cidade às pessoas.
Visite-as! Mas falemos da loja. O nome justifica.
É uma mecanize com um enorme pé-direito que empresta gala e sumptuosidade. No piso térreo encontra roupa, sapatos e acessórios de moda consagrados a jovens urbanos. Lá em cima, um salão de beleza dedica-se ao nobre ofício da formosura. Vale a pena subir a escadaria, mesmo que seja só para apreciar. A loja, a decoração e o bom-gosto que se respira ali dentro.
Rua Cândido dos Reis, 58
Tel. 222 016 114
Horário: Seg 14.30-20h, Ter-Qui 11h-20h, Sex-Sáb 11h-0h
www.mezzaninestore.com

5 Dream Pills
A cidade do Porto foi a feliz contemplada para receber a primeira loja Dream Pills, um conceito proveniente de Barcelona. E ainda bem, porque recomenda-se a experiência proposta por esta "espécie" de farmácia, mesmo para hipocondríacos.
É o mundo do faz de conta e do humor já agora. O aspeto assético está lá, as batas brancas, assim como pilhas de caixas e frasquinhos de medicamentos. Até os pacientes parecem entrar necessitados. Mas a receita para a falta de saúde é tudo menos convencional. Aqui as dores do dia-a-dia tratam-se sob a forma de doces, gomas de fruta e chocolates. De todas as cores, de todos os feitios. Alguém duvida que rir é o melhor remédio?
Rua de Ceuta, 17
Horário: Seg-Sáb 10:30-14:30 e 15:30-19:30, Qui-Sáb 22h-02h
facebook.com/dreampills

6 Café Astoria
Há quem não lhe gabe a mudança, que aquele renascido piso térreo, pouco ou nada se relaciona com a alma do Astoria de antigamente.
Goste-se ou não, o histórico café regressou à cidade quase 40 anos depois, e isso, só por si, é motivo de regozijo. Na essência o Astoria mantém o espírito de local de encontro, para conversar, um café e um pastel de nata, mas com um visual renovado, ao encontro, de resto, dos tons do hotel que lhe assiste. Visitar este antigo emblema da cidade representa ainda a oportunidade para apreciar a mão de Alex Kravetz, um dos mais famosos decoradores do mundo.
Praça da Liberdade, 25
Tel. 220 035 600
Horário: diariamente das 8-20h
www.intercontinental.com

7  Casa Pasto da Palmeira
Na Palmeira encontramos de tudo, desde coisas velhas a formas recentes, umas ímpares, outras pares, em tons vermelhos, verde ou lilás. Mas que, qual efeito de magia, funcionam como a equipa perfeita do FCP de 1987. Fala-se obviamente de ambiente e decoração desta antiga tasca que, embora situada na aristocrática Foz respeita práticas mais descontraídas e que tanto convidam o homem de negócios como os jovens que regressam da praia.
Faz sentido ir em grupo, porque dentro daquelas quatro paredes manifesta-se a meritória arte das patuscadas. O menu é reconfortante, desde pratinhos de enchidos e queijos à bochecha de porco confitada ou o famoso hambúrguer. O horário é generoso, assim como a pequena esplanada, que recebe o sol portuense de braços abertos.
Preço médio pessoa s/vinho: 15 Euros
Rua do Passeio Alegre, 450
Tel. 226 168 244
Horário: Terça a Domingo, 13-24h
facebook.com/pages/Casa-de-Pasto-da-Palmeira

8 Aqui Há Gato
O AHG é um edifício multifuncional vizinho dos jardins do Palácio de Cristal, onde coexistem espaços de formação artística, uma galeria de arte e um café. Sem desprimor para os demais, concentremo-nos neste último, o mais vocacionado para viajantes de passagem pela cidade. É, tal como o conceito que o antecede, um espaço misto, tão próprio para uma tarde de sol a beber café a esplanada é envolvente e silenciosa, como para um lanche ajantarado ou um petisco mais tardio.
Do menu constam desde as tostas e presunto com queijo da ilha à solidez de posta à mirandesa ou costelões de vitela, sempre com um atendimento muito simpático e acolhedor de Patrícia Santos e João Cardoso, os responsáveis por esta bela ideia.
Rua D. Manuel II, 222
Tel. 91 206 63 77
Horário: Segunda a Sábado, 11-0h (2.ª e 3..ª), 11-02h (4.ª e 5.ª), 11-04h (6.ª e Sáb.)
facebook.com/dogato

9 Casa do Conto
Esta fachada da Boavista só tem cara de hotel quando batemos literalmente com o nariz na porta.
Nela encontramos uma pequena placa a anunciá-lo, mas também se lê em caligrafia de época "foi 503", como que em prenúncio de uma nova vida que bate lá dentro. É assim apenas por um lamentável incêndio que os proprietários se depararam a dias de abertura, rasgando as lindíssimas traças que esta casa burguesa do século XIX tão bem ostentava.
Novo projeto por isso, uma renovada ideia de hotel que conjuga bom-gosto, elegância e design.
Ao todo, são seis suites, áreas comuns e um belíssimo jardim para descansar.
Rua da Boavista, 703
Tel. 222 060 340
http://www.casadoconto.com/

10 Espaço Fundação EDP
A inauguração da nova sede da EDP, mesmo ao lado da Casa da Música, ofereceu um novo espaço expositivo à cidade do Porto. Espaços destes, como sabemos, nunca são de mais, sobretudo quando garantem à partida exposições com qualidade e consistência em média serão 4 por ano. Basta ver, por exemplo, o trabalho apresentado pela homónima casa lisboeta, programada pelo curador João Pinharanda, o mesmo que tomará conta do rumo destas duas grandes salas de exposições.
O espaço foi inaugurado pela "súper" visita de Paula Rego e uma exposição de design português. Recentemente esteve neste espaço Diário da Republica, uma exposição do coletivo de fotógrafos Kamera Photo.
R. Ofélia Diogo da Costa, n.º 45 (junto à Casa da Música)
Terça a Domingo 12h às 19h
www.fundacao.edp.pt

11 Livraria Fernando Machado
Fundada em 1922, a Fernando Machado é uma das livrarias mais antigas do Porto. Ou voltou a ser para sermos mais corretos, quase meia década depois de estar encerrada.
Este ressurgir deve-se por completo a Sílvio Gouveia que não resistiu ao encanto destes 20m2 de história e tradição portuense. Vizinha à famosa Lello, e outrora dedicada a leis e numismática, é agora um espaço que cultiva o gosto pela arte, nas mais diversas disciplinas, e com edições das mais importantes casas da especialidade, casos da Phaidon e Thames & Hudson. Gabe-se-lhe ainda o mérito de se iniciar no domínio das publicações.
Já editados estão livros de João Catarino, Inês D'Orey e Joana Vasconcelos.
Rua das Carmelitas, 15
Tel. 222 081 466
Horário: Segunda a Sábado, 10-13h e 14h-19h
http://www.1922lfm.com/
facebook.com/livraria

12 Exposições em Serralves
Serralves deverá sempre ser uma passagem obrigatória para quem visita o Porto. Em exposição, e até final de março, pode ver as pinturas de Eduardo Batarda, uma instalação de João Paulo Feliciano e Locus Solus, uma nova exposição sobre Raymond Roussel que inaugura a 23 de março.
Por sua vez, o Centro Português de Fotografia , propõe duas viagens documentais aos universos de João Silva e do mexicano Marco António Cruz. Mais atual é o que se pode ver na Miguel Bombarda, a famosa rua das galerias de arte. Quadrado Azul, Fernando Santos e Dama Aflita são nomes incontornáveis mas, com tempo, a nossa recomendação é que passe revista a toda a oferta disponível (facebook.com/ruamiguelbombarda).

FONTE: Visão